Liberdade de expressão: Jornalistas são hostilizados, agredidos e ameaçados após divulgação de resultados das eleições

COMPARTILHE:

Imagem: Cristiano de Assis/Artigo 19
Ao menos oito jornalistas foram intimidados ou agredidos fisicamente desde o anúncio dos resultados das eleições na noite de ontem (28.out.2018). Nos sete casos, a violência partiu de apoiadores do candidato eleito para a presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). No ambiente digital, um repórter recebeu ameaça em rede social por parte do deputado federal Marcio Labre (PSL-RJ). Outras dezenas de profissionais receberam mensagem ofensiva do assessor de imprensa de Bolsonaro.
Em Fortaleza (CE), um profissional de O Povo foi agarrado pelos braços por apoiadores do político do PSL enquanto cobria a comemoração da vitória no comitê de Bolsonaro. Uma repórter da TV Verdes Mares foi agredida verbalmente enquanto tentava registrar o evento. O carro da emissora foi atingido com pedras.
Em São Paulo (SP), a repórter Anna Virginia Balloussier (Folha de S.Paulo) foi cercada e hostilizada por eleitores de Bolsonaro que comemoravam o resultado da eleição na Avenida Paulista. Segundo Balloussier, apenas um dos presentes a defendeu.
Também na Avenida Paulista, a jornalista holandesa Sandra Korstjens, correspondente na América Latina da emissora RTL Nieuws, sofreu assédio sexual por apoiadores do político e foi perseguida e intimidada por um homem. Segundo Korstjens, o homem impossibilitou que ela prosseguisse com o trabalho. "Felizmente, havia outros apoiadores que me defenderam", disse a repórter.
No Rio de Janeiro (RJ), em frente ao condomínio em que o presidente eleito reside, a jornalista Mellyna Reis foi hostilizada por eleitores que celebravam a vitória do candidato. Enquanto fazia uma transmissão ao vivo, foi chamada de “vagabunda” e “mentirosa” por uma mulher. Um colega da rádio BandNews prestou auxílio e afastou a senhora.
Mais tarde, ao acompanhar alguns membros da equipe de Bolsonaro ao hotel próximo ao condomínio, apoiadores do político cercaram e agrediram verbalmente Reis e outras equipes de cobertura, tornando gravações inviáveis.
Em Santos (SP), um cinegrafista e um repórter da TV Tribuna, além de uma fotógrafa do jornal A Tribuna, foram hostilizados por eleitores de Bolsonaro e tiveram de deixar o local em que estavam na Praça da Independência, onde havia uma comemoração do resultado da eleição presidencial. Alguns apoiadores do político pediam calma aos demais.
Na madrugada desta segunda-feira (29.out.2018), o deputado federal eleito Marcio Labre (PSL-RJ) ameaçou pelo Twitter o jornalista João de Andrade Neto (Diário de Pernambuco). Em resposta a uma postagem de Neto sobre combate ao fascismo e sobre democracia, Labre disse que "se transgredir a lei e a ordem, vai conhecer a mão pesada do estado". Usou ainda de ofensa: "Não gostou? Enfia o dedo naquele lugar e rasga, mas se tentar sabotar o país, haverão (sic) consequencias".

Por meio de uma lista de transmissão no WhatsApp, Carlos Eduardo Guimarães, o assessor de imprensa do gabinete de Jair Bolsonaro enviou uma mensagem com ofensas a jornalistas. Sob uma foto com os primeiros resultados da apuração de votos para presidente, Guimarães chamou os jornalistas de “engodo” e “lixo”.
Em nota também enviada via WhatsApp na tarde de hoje (29.out.2018), o assessor pediu “sinceras desculpas” aos jornalistas brasileiros. “(...) usei palavras absolutamente inadequadas, extrapolando na minha manifestação”. “(...) de forma alguma quis generalizar, atacar ou desmerecer quaisquer profissionais, não sendo essa a orientação dos Deputados Jair Messias Bolsonaro e Dep. Eduardo Nantes Bolsonaro”, finaliza Guimarães.
 
Com esses casos, as ocorrências de violência registradas pela Abraji desde o início deste ano em contexto eleitoral chegam a 151 (70 físicas e 81 digitais). De 16 de agosto, quando a campanha eleitoral teve início, até hoje, foram 40 casos.
A Abraji repudia as agressões e a intimidação contra os profissionais. A cada vez que um(a) jornalista sofre violência por exercer seu ofício, a liberdade de expressão é atacada e um dos pilares da democracia se abala. Respeitar o(a) jornalista é respeitar o direito fundamental de acesso a informações, que é de toda a sociedade.

Por site ABRAJI.

COMENTÁRIOS

Nome

AGENDA,267,AGRICULTURA,11,ARACRUZ,212,ARTES,45,ARTIGO,8,Astral,1,Beleza,30,BRASIL,195,cabelos,1,CAPACITAÇÃO,1,CARIACIA,2,CARIACICA,1,CARNAVAL,17,CARNAVAL 2019,6,CARNAVAL DE VITÓRIA 2018,16,CARNAVAL DE VITÓRIA 2019,1,CARNAVAL DE VITÓRIA 2020,1,CARROS,5,CASTELO,2,CELEBRIDADES,9,CHUVA,4,CIDADES,514,Cinema,1,CLIMA,4,Coluna Aracruz em Foco,19,COLUNISTAS,6,COMPORTAMENTO,29,CONCEIÇÃO DA BARRA,1,COOPERATIVISMO,1,CORONAVÍRUS,34,CULINÁRIA,3,CULTURA,177,CURIOSIDADES,1,CURSOS E CONCURSOS,33,DECORAÇÃO,5,DESTAQUE,3085,DICAS DE BELEZA,17,DIREITO,1,DIVERSIDADE,6,ECONOMIA,220,EDUCAÇÃO,90,Eleições,5,Eleições 2018,1,EMPREENDEDORISMO,48,Empreendimento,6,EMPREGO,4,ENTRETENIMENTO,320,ENTREVISTA,4,ES,89,ESPORTE,163,ESTÉTICA,2,ESTILO,6,ESTILO DE VIDA,22,EVENTO,82,FÉRIAS,1,FESTAS,45,FINANÇAS,3,FISCALIZAÇÃO,1,FUNDÂO,3,GASTRONOMIA,42,GERAL,2184,Girando com Márcia Almeida,127,Giro Econômico com Ivoneide Souto,3,Giro Esportivo com Maike Trancoso,35,Giro Gourmet,23,GIRO SOCIAL COM RODRIGO DA COSTHA,38,Greve dos caminhoneiros,14,GUARAPARI,7,IBATIBA,5,IMÓVEIS,8,INOVAÇÂO,2,Inovação,4,Intercâmbio,1,INTERNACIONAL,75,Itaúnas,1,Iúna,1,JOÃO NEIVA,14,JUSTIÇA,99,LAR & CIA,1,LITERATURA,5,LITORAL,1,LOTERIAS,3,LUTO,3,Manifestação,1,MATÉRIA ESPECIAL,9,MATERNIDADE,1,MATHEUS THIAGO,17,MEIO AMBIENTE,23,MERCADO,2,MODA,55,MUNDO,27,MÚSICA,18,NA REAL,17,negocios,1,NEGÓCIOS,62,NOIVAS,3,NOTÍCIA,4,NOTÍCIAS,865,OPINIÃO,8,OPORTUNIDADES,70,PÁSCOA,1,pet,3,PETS,4,PLANTÂO,29,PLANTÃO,4,POLÊMICA,9,POLÍCIA,890,politica,3,POLÍTICA,212,POP,2,PRESENTES,1,PREVENÇÃO,6,Previsão do Tempo,65,PRFES,1,PROGRAMAÇÃO,3,promoção,1,Qual a Boa?,29,RELIGIÃO,10,RETROSPECTIVA,1,Réveillon,1,RIO DE JANEIRO,4,RJ,1,SANTA LEOPOLDINA,69,SAÚDE,398,SERRA,67,SOCIAL,159,SOLIDARIEDADE,28,SUSTENTABILIDADE,13,TEATRO,1,TECNOLOGIA,36,TEMPO E TEMPERATURA,25,TENDÊNCIA,4,TRÂNSITO,4,TURISMO,72,VARIEDADES,27,VENDA NOVA,2,VIANA,1,VÍDEOS,25,VILA VELHA,15,VITÓRIA,23,
ltr
item
GIRO ES : Liberdade de expressão: Jornalistas são hostilizados, agredidos e ameaçados após divulgação de resultados das eleições
Liberdade de expressão: Jornalistas são hostilizados, agredidos e ameaçados após divulgação de resultados das eleições
https://3.bp.blogspot.com/-iYQzlkLwz8M/W9jU1yyvCjI/AAAAAAAAFhg/ACdwmO-Z2m4vn5vVqaq-2r49So4SCLlOACLcBGAs/s1600/jornalistas-protesto-sul21.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-iYQzlkLwz8M/W9jU1yyvCjI/AAAAAAAAFhg/ACdwmO-Z2m4vn5vVqaq-2r49So4SCLlOACLcBGAs/s72-c/jornalistas-protesto-sul21.jpg
GIRO ES
https://www.giroes.com.br/2018/10/liberdade-de-expressao-jornalistas-sao.html
https://www.giroes.com.br/
https://www.giroes.com.br/
https://www.giroes.com.br/2018/10/liberdade-de-expressao-jornalistas-sao.html
true
2607315297385448184
UTF-8
Carregar todas as matérias Nenhum resultado encontrado. Ver mais Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início Páginas Matérias Ver todas Veja também Tópico Arquivo Buscar Todas as matérias Nenhum resultado encontrado para sua busca Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo Há 1 minuto Há $$1$$ minutos Há 1 hora Há $$1$$ horas Ontem Há $$1$$ dias Há $$1$$ semanas Há mais de 5 semanas Seguidores Siga ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar