De acordo com o deputado federal Evair de Melo, principal preocupação é com o aumento da entrada no país de leite proveniente dos países do Mercosul

As questões relativas ao setor do Leite serão tema de um encontro no Ministério da Agricultura na próxima quinta-feira (17), às 14 horas. A ministra Tereza Cristina vai receber representantes de produtores de todo o país que sofrem com a crise agravada pelas importações.  Vice-presidente da Comissão de Agricultura da Câmara, o deputado federal Evair de Melo (PP-ES) disse que o encontro atende a um pedido de produtores que tem como principal preocupação o aumento da entrada de leite proveniente dos países do Mercosul.

Evair convidou para a reunião o futuro secretário de Agricultura do Espírito Santo, deputado federal Paulo Foletto, e representantes da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB-ES). Segundo o parlamentar capixaba, a ocorrência de triangulação e da importação de produtos a um preço abaixo daquele que é praticado no Brasil causa um grande prejuízo aos produtores, que já sofrem com a baixa remuneração.

“Os nossos produtores estão passando por muitas dificuldades pois a nossa legislação inescrupulosa está escancarando as fronteiras do país para produtos de qualidade duvidosa e a custo muito baixo, prejudicando o ganho de famílias brasileiras que trabalham honestamente. O Uruguai, por exemplo, está exportando mais do que produz. Precisamos garantir produtos de qualidade aos brasileiros a preço justo, mas não às custas de quem produz”, reforça o deputado.

Evair é autor do Projeto de Lei 9.044/17, que acaba com a concorrência desleal com países que não possuem leis ambientais e trabalhistas tão rígidas quanto às brasileiras, limitando a importação do leite desses mercados, evitando também que doenças e pragas afetem a agricultura e consumidores. A proposta está no Senado Federal e aguarda apreciação.

Entre os convidados para a reunião estão o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Marcio Lopes Freitas; o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite), Geraldo Borges; o diretor-executivo da Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos), Marcelo Costa Martins; o presidente da Associação Brasileira das Pequenas e Médias Cooperativas e Empresa de Laticínios (G100), Vasco Praça Filho; o presidente da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Rodrigo Sant'Anna Alvim; o diretor-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins; o presidente do Sindicato da Indústria de Laticínio do Rio Grande do Sul (SINDLAT), Alexandre Guerra, e o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Eduardo Sampaio.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.