Featured Posts

Policial Militar diz ter sido ameaçado por parentes de vítima de tiro no peito em Aracruz

Com colaboração de Vando de Souza - Correspondente em Aracruz.

A Polícia Militar de Aracruz, na tarde deste sábado (16) informou que o policial envolvido em discussão que causou a morte do morador de Nova Conquista, Deivyd Nascimento na noite desta sexta-feira (15) estava recebendo ameaças dos familiares do mesmo.
De acordo  com populares Deivyd teria levado dois tiros, um no peito e um nas costas.
Foto: Leitor.
De acordo com a nota, o PM havia feito registro de todas as ameaças e já  previa que consequências trágicas poderiam acontecer. Isso considerando o histórico de violência  de alguns membros da família de Deivyd.

A PMES informa ainda que o policial apresentou-se espontaneamente na delegacia de polícia civil, sendo ouvido e liberado pelo delegado de plantão.

A Nota ainda informa que todas as circunstâncias serão devidamente apuradas em inquérito policial.


Segue Nota Oficial:
A Polícia Militar informa que levantamentos preliminares apontam que o policial envolvido no ocorrido vem sofrendo ameaças constantes de seus vizinhos, estendendo-se, inclusive, aos familiares do militar. O policial relatou que fez registro de todas as ameaças recebidas, já prevendo as possíveis consequências que poderia sofrer, considerando o histórico de violência que envolve alguns membros da família que o ameaçava. 
Após mais um desentendimento entre as famílias vizinhas, houve o desfecho trágico, cujas circunstâncias serão devidamente apuradas em inquérito policial. 
A PMES informa ainda que o policial apresentou-se espontaneamente na delegacia de polícia civil, sendo ouvido e liberado pelo delegado de plantão.
Os demais envolvidos nas ameaças e ataques à residência do militar foram detidos e conduzidos à delegacia. 
A PM ressalta que qualquer juízo de valor que anteceda a apuração completa dos fatos é leviano e não se manifestará até que todas as circunstâncias sejam elucidadas ou ordens emanadas pela justiça sejam determinadas, destacando sempre que se mantém ao lado da verdade, da justiça e, principalmente, do cidadão capixaba.

Postar um comentário

0 Comentários