O governo do Brasil formalizou nesta segunda-feira a decisão de deixar a União das Nações Sul-Americanas (Unasul) pouco depois de ser informado que a Bolívia havia passado para o país a presidência temporária do bloco.

"O governo brasileiro denunciou, no dia de hoje, o Tratado Constitutivo da Unasul, formalizando sua saída da organização", informou o Ministério das Relações Exteriores em comunicado.
Sede da Unasul em Quito em foto de 2018. EFE/Elías Levy Benarroch.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.