A sua mensagem pode não ser recebida da forma como gostaria

Não faça fofoca, não se intrometa na vida alheia, não invada a privacidade, não fale sobre dinheiro, não aborde assuntos polêmicos, não opine demais, não seja arrogante... Uma série de negativas quando se trata de comunicação em determinados ambientes sociais, fora do nosso círculo íntimo de amizades.
Quem relaciona a lista de interdições é Anna Bey, a criadora da Escola da Elite - um programa de treinamento para as “aspirantes” a um lugar nas altas esferas, denominado “Sete Passos para a Alta Sociedade”.  Em um dos módulos do curso, a instrutora aborda as habilidades de comunicação verbal, alertando que, muitas vezes, a mensagem que desejamos passar pode não estar sendo recebida da forma correta. “A comunicação não deve ser uma barreira, por isso há necessidade de desenvolver competências como a linguagem, entonação, articulação e gramática. O jeito como você fala revela muito sobre você”, garante Anna.
Anna Bey, criadora da Escola da Elite diz que um dos
requisitos para se dar bem na sociedade e para
conquistar a alma gêmea é falar bem.
Foto: Divulgação.
Se você tem inseguranças ao se expressar verbalmente, faça gravações do seu desempenho, analise e pratique as mudanças necessárias. Você fala muito alto ou muito baixo? Como é o tom da sua voz? Como as pessoas percebem a sua fala? Positiva ou agressiva? Qual o seu ritmo? Se você fala muito rápido, sem articular bem as palavras, pode passar a impressão de uma pessoa não muito séria. Por outro lado, falar muito devagar causa tédio nos ouvintes e desvio de atenção. O ideal é encontrar o equilíbrio, sem erros gramaticais, sem vícios de linguagem, sem gírias, com boa articulação. E jamais utilize termos que não conhece! Você pode estar dizendo o contrário daquilo que pretende ou simplesmente jogar uma palavra sem sentido no meio da conversa.
“Falar bem e corretamente é uma exigência, principalmente os círculos sociais mais elevados e em ambientes estritamente profissionais. A linguagem deve ser adequada, transmitir calma e confiança, além de passar uma mensagem positiva. As pessoas precisam se sentir bem ao falar com você. Não se sente capaz? Procure ajuda para poder extrair o máximo de uma comunicação que valorize os seus relacionamentos”, aconselha Anna.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.