Imagem: Pixaby
Problema ocorre com mais frequência em mulheres

A bursite no quadril é uma inflamação que ocorre na região lateral da articulação, em uma pequena bolsa de água que tem a função de diminuir o atrito entre os tendões e o osso, amortecendo de impactos e movimentos bruscos, conferindo mobilidade e flexibilidade. “Geralmente a bursite não vem sozinha: é acompanhada de tendinite, que é a inflamação dos tendões vizinhos à bursa, esclarece o médico Christiano Saliba Uliana, especialista em quadril e trauma ortopédico do Hospital VITA, em Curitiba.

O ortopedista conta que o problema é a queixa mais comum nos consultórios de médicos especializados em tratar essa região.A dor, que ocorre na lateral do quadril, podendo irradiar para a coxa, aparece principalmente quando a pessoa se deita do lado em que o quadril está inflamado ou ao iniciar uma caminhada após ter ficado sentada por um longo período. “Os primeiros passos podem ser bastante dolorosos”, ressalta.

Dr. Saliba explica que a causa dessa inflamação nem sempre é identificada. Segundo ele, em atletas, pode ser sobrecarga. Já em pacientes sedentários, a obesidade, a fraqueza muscular e o encurtamento dos tendões são as principais causas da bursite no quadril. A alteração acomete principalmente mulheres entre 50 e 65 anosNos homens, ocorre raramente, porém qualquer pessoa pode desenvolver uma bursite.

Diagnóstico
“Na maioria das vezes uma conversa detalhada com os pacientes associado a um exame físico meticuloso, já se pode fechar o diagnóstico”, relata o especialista. Em caso de dúvida ou doença muito crônica, alguns exames de imagens como ultrassom e ressonância podem auxiliar na investigação.

Tratamento
O uso de medicamentos anti-inflamatórios e fisioterapia contribuem para amenizar as dores nas fases mais agudas da doença. Alguns pacientes necessitam de infiltração local de medicações. “Em uma segunda fase da reabilitação, deve-se alongar o complexo muscular lateral do quadril e fortalecer os tendões dos glúteos. Ocasionalmente, quando o paciente não responde bem às medidas de tratamento clínico, pode-se recorrer à cirurgia como recurso, conclui Dr. Saliba.

Prevenção
“A melhor forma de evitar a bursite de quadril é controlar o peso e realizar atividades de alongamento e reforço muscular, sob supervisão de um profissional capacitado para orientar os exercícios sem que ocorra sobrecarga”, recomenda o ortopedista. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.