Após um início promissor, o técnico Eduardo Barroca já tem o seu trabalho questionado no Botafogo e quem ganha força nos bastidores de General Severiano é Jair Ventura, velho conhecido da torcida alvinegra. O treinador tem prestígio com pessoas influentes ligadas à política do clube e é um nome forte, em uma eventual saída do atual comandante.

O Botafogo completou quatro partidas sem vencer, com a derrota desta quarta-feira para o Atlético-MG, no estádio Nilton Santos, por 1 a 0, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Até o momento, Barroca comandou o Alvinegro em 14 partidas, com sete vitórias e sete derrotas, entre Brasileirão e o torneio continental. 
Assim como na derrota para o Santos, no último domingo, após a partida contra o Atlético-MG, o treinador assumiu a responsabilidade pelo resultado negativo e disse que o momento é para falar pouco e trabalhar mais. 

Jair Ventura comandou o Botafogo entre agosto de 2016 e dezembro de 2017. Neste período, ele classificou o Alvinegro para a Taça Libertadores. Após deixar General Severiano, ele passou por Santos e Corinthians.