Mais de 80 mil clientes ficaram sem energia entre janeiro e junho por conta de pipas na rede; período de recesso escolar aumenta quantidade de ocorrências

Soltar pipa próximo à rede elétrica é um perigo, mas crianças costumam ignorar o alerta.
Foto: Cristiano Couto/Hoje em Dia
Empinar pipa é uma brincadeira saudável e bastante praticada por crianças e até mesmo adultos. Durante as férias escolares, a atividade é ainda mais comum e, por isso, a EDP, distribuidora de energia elétrica do Espírito Santo, reforça orientações para um brincar seguro, principalmente longe das redes elétricas. A empresa destaca também outros cuidados para garantir a segurança durante as férias.

Entre janeiro e junho de 2019, a EDP atendeu 396 ocorrências de pipas na rede elétrica na sua área de concessão, deixando mais de 80 mil clientes sem energia em algum momento. Para o atendimento, as equipes da concessionária são deslocadas para realizar o reparo e a limpeza da rede danificada, que, na maioria dos casos, tem a camada protetora da fiação cortada pela linha da pipa, interrompendo o fornecimento para a região.

E os ventos mais fortes, que são comuns no mês de julho e agosto, aliados às férias escolares tornam os meses propícios para ocorrências de pipas com a rede elétrica. Para ter uma ideia, em 2018, somente nos meses de julho e agosto, mais de 72 mil clientes tiveram o fornecimento de energia interrompido por esse motivo.

Lino Pedroni, gestor executivo da EDP, reforça a importância da prática segura da brincadeira. “Trabalhamos para restabelecer o fornecimento de energia o mais rápido possível, mas nossa preocupação maior é com a segurança. Sabemos que o cerol e linha chilena ainda são muito utilizados e, por ser composto de pó de vidro, é também condutor de energia, podendo causar sérios acidentes com quem está brincando e com outras pessoas”.

Para conscientizar a população e alertar crianças e adultos sobre como reduzir os riscos na hora de brincar, a EDP realiza palestras e ações de conscientização, durante todo o ano, com as comunidades dos municípios onde a concessionária atua, principalmente em escolas e áreas com altos índices de ocorrências com a causa pipas. Além disso, durante o mês de julho, a EDP está reforçando as orientações por meio da campanha de segurança com a comunidade, veiculada em mídias online e offline, além do portal exclusivo www.edp.com.br/seguranca.

 Vale ressaltar algumas orientações:
  • Além de serem proibidos, o cerol e a chamada “linha chilena” trazem risco para motociclistas e pedestres e também oferecem perigo no contato com a rede de energia. Ao cortar a camada protetora da fiação, a linha interrompe a transferência de corrente elétrica, podendo provocar curto-circuito;
  • Empine pipas longe de rede elétrica, em locais onde não exista nenhum tipo de cabo de energia, de serviço telefônico ou antenas de celular. Isso evita acidentes e interferências na qualidade desses serviços;
  • Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, não tente retirá-la. Nunca use varas nem suba no poste para tirar uma pipa. O choque, nestes casos, pode ser fatal;
  • Arremessar objetos na rede elétrica para o resgate da pipa pode causar graves acidentes. O “lança-gato” (pedra presa a uma linha) ou qualquer outro objeto não devem ser lançados na rede; 
  • Empinar pipas em locais como lajes e muros deve ser evitado. A proximidade com os fios de alta tensão aumenta o risco de acidentes graves e fatais, além do perigo de quedas. 
  • Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente. Não solte pipas em dias de chuva ou vento muito forte;
  • Alguns materiais utilizados na confecção de pipas são condutores de energia e aumentam o perigo quando em contato com a rede elétrica. Rabiolas feitas de fita VHS ou cassete e papel alumínio são alguns exemplos;


Um acidente causado por descarga elétrica pode deixar sequelas como queimaduras e, em casos mais extremos, causar a morte. Além daspipas, a Empresa elenca outras orientações importantes nos cuidados com energia durante as férias escolares:

Oriente as crianças a manterem distância das redes elétricas, não permitindo, por exemplo, que elas subam em árvores que estejam próximas à fiação; Dentro de casa, não manuseie aparelhos elétricos com os pés descalços e molhados, já que água é condutora de energia; Em espaços fechados, evite deixar fios e extensões expostas e mantenha tomadas sem uso tampadas e isoladas.

Para mais informações, solicitações e denúncia de possíveis riscos com a rede elétrica, ou para comunicar a interrupção do serviço, a EDP orienta à população a entrar em contato pelos canais de atendimento:
- Site EDP Onlinewww.edponline.com.br
Aplicativo EDP Online
Central de Atendimento ao Cliente0800 721 0707 (ligação gratuita, 24 horas/sete dias por semana).
- Agência de atendimento presencial (endereços de todas as unidades no site EDP Online)


Confira o número de ocorrências e de clientes impactados em alguns municípios

Grande Vitória

MUNICÍPIO
OCORRÊNCIAS
CLIENTES IMPACTADOS
Cariacica
73
24.417
Serra
81
     17.935
Viana
6
573
Vila Velha
85
9.189
Vitória
21
2.602


Região Sul

MUNICÍPIO
OCORRÊNCIAS
CLIENTES IMPACTADOS
Cachoeiro de Itapemirim
24
4.086
Guarapari
28
6.880
Piúma
6
1.209


Região Norte

MUNICÍPIO
OCORRÊNCIAS
CLIENTES IMPACTADOS
Aracruz
11
1.598
Linhares
16
6.721
São Mateus
5
1.016
Fundão
7

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.