Projeto de lei do deputado Gandini foi aprovado nesta quarta (17) pela Assembleia Legislativa
Segundo o parlamentar, o objetivo é mudar a cultura que o Brasil tem, de achar que somente o alvará é garantia de segurança.
Todas as escolas do Espírito Santo, públicas e privadas, serão obrigadas a realizar, pelo menos uma vez por ano, treinamentos simulados de emergência para abandono de área. O projeto de lei do deputado Gandini foi aprovado durante sessão ordinária nesta quarta-feira (17) na Assembleia Legislativa do Espírito Santo.

Segundo o deputado Gandini, o objetivo é preparar funcionários, professores e alunos dessas instituições para que, em caso de eventuais acidentes, sigam procedimentos padronizados, de forma segura e eficaz.

“Nosso objetivo é mudar a cultura que temos no Brasil, de achar que somente o alvará é garantia de segurança. Quando, na verdade,ele é apenas um dos itens. Mais do que isso, é preciso saber o que fazer num momento de crise, assim como ocorre rotineiramente em outros países”, explica Gandini.

A “Simulação de Evacuação de Emergência” deverá consistir em um treinamento que simula, de forma realista, uma situação de risco, como um incêndio. Ela poderá ocorrer em conjunto com a Brigada de Incêndio do Corpo de Bombeiros Militar. 

“Daremos um prazo até o próximo ano para que as escolas se adequem e se preparem para a realização dessas atividades”, acrescenta Gandini.

Conforme conceituação da ABNT NBR (norma brasileira), emergência é uma “situação crítica e fortuita que representa perigo à vida, ao meio ambiente e ao patrimônio, gerando um dano continuado que obriga a uma imediata intervenção operacional”.

O projeto aprovado passará pela redação final na Comissão de Constituição e Justiça antes de ser encaminhado para sanção do governador.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
Topo