O objetivo do projeto é promover a justiça social para esta população, segundo
a coordenadora presidente da entidade, Déborah Sabará. Foto: Kebim Tamanini.

O projeto "Mãos que Trabalham" é uma parceria entre Associação GOLD, Procon Municipal e Prefeitura Municipal de Vitória. O projeto participou do edital de cidadania nº02/2018 da Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos de Vitória e agora vai capacitar 20 pessoas LGBTI+ da cidade no curso de cabeleireiro completo, incluindo barbearia e design de sobrancelhas. O curso é totalmente GRATUITO e os participantes vão ganhar todo o material necessário para o aprendizado. O curso tem carga horária de 400 horas/aula e começa na segunda semana de agosto. Workshops em direitos humanos, atendimento ao cliente, formalização de empresas, além daqueles ministrados por profissionais do mercado capixaba também estão inclusos no projeto.

No link abaixo você confere a lista dos selecionados: 
https://www.facebook.com/associacaogold/photos/pb.505910016121166.-2207520000.1562625824./2499521696759978/?type=3&theater 

Segundo a coordenadora presidente da entidade, Déborah Sabará, o objetivo do projeto é promover a justiça social para esta população. "Com o intuito de contribuir para inclusão produtiva de uma parcela discriminada da população, estamos levando às pessoas LGBTI+ de Vitória uma oportunidade de entrar no mercado de trabalho. É importante que outras cidades do ES, principalmente da Grande Vitória, promovam projetos como esse." 

Desde 2005, a Associação GOLD - Grupo Orgulho Liberdade Dignidade promove projetos de saúde, assistência social, educação em diversidade e em prevenção às infecções sexualmente transmissíveis (IST). Apesar do foco na população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexo e outras pessoas de gênero diverso (LGBTI+) do Estado, a entidade realiza ações com a população privada de liberdade, e promove o controle social participando ativamente dos conselhos de Estado de Direitos Humanos (CEDH), de Promoção da Cidadania de LGBT (CELGBT+ES), e de Assistência Social (CEAS), além do Conselho Municipal de Direitos Humanos de Vitória.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.