Em uma ação inédita a Prefeitura Municipal de Santa Leopoldina, por meio da Defesa Civil Municipal de Santa Leopoldina, e a empresa Statkraft, administradora das barragens de Rio Bonito e Suíça, realizaram na última terça-feira (10), a Audiência Pública para abordar a segurança das barragens. Esta foi uma grande oportunidade para que os moradores pudessem esclarecer as dúvidas sobre o tema.

Assim que a Statkraft comprou as barragens, a Prefeitura de Santa Leopoldina solicitou um relatório com os principais dados, sobre os possíveis riscos e quais ações de controle são realizadas pela empresa nas unidades, como destacou o prefeito, Valdemar Coutinho(Vavá), em sua fala durante o evento. “A população precisa saber como é feita a gestão das barragens. Quanto mais transparência melhor. Ao realizarmos a audiência pública colocamos fim a uma série de comentários maldosos e inverdades. Conhecendo a realidade a população fica mais tranquila”, frisou.
Por sua vez, a Statkraft enviou de sua sede, em Florianópolis-SC, para a audiência pública engenheiros e técnicos que esclareceram as perguntas feitas pelos cidadãos presentes. Após apresentarem um relatório sobre a gestão das barragens os técnicos afirmaram que não há risco nas estruturas e que a empresa segue os mais criteriosos meios de vistoria e avaliação. 

Além dos moradores, também participaram da audiência vereadores, secretários municipais, representantes da Câmara de Dirigente Lojista (CDL), Corpo de Bombeiros Militares, Defesa Civil, Núcleos Comunitário de Defesa Civil (Nupdec's), Polícia Militar e Sindicatos.
Após a apresentação do relatório da Statkraft, foi apresentado pelo coordenador da Defesa Civil Municipal, Wagner Ponciano, o Plano de Contingências. O documento regulamenta quais medidas devem ser tomadas pelo Poder Executivo em períodos mais críticos de enchentes ou ações de risco. Após a leitura o Plano foi por unanimidade.

O que disseram os técnicos da Statkraft

Segurança

Todas as informações sobre a segurança de barragens são repassadas aos órgãos federais (Aneel) e também a Defesa Civil Municipal. A empresa trabalha para que não haja o menor risco possível para as pessoas. Tudo é monitorado pela Statkraft que mantém a barragem segura. É importante destacar que toda as enchentes que ocorreram até hoje foram ações naturais. A ideia é que não haja essa apreensão, por isso é importante o Plano de Contingência da Defesa Civil com o empreendedor (Statkraft).

Como informar a população sobre os alertas e riscos

Seguindo a legislação, em 2022 a empresa fará um estudo de hidrologia quando são revisadas todas as grandes cheias. Com as revisões teremos condições de darmos respostas mais rápidas. Hoje já é feito todo o monitoramento de chuva. Para nós é muito importante ter um barramento seguro.
De forma mais imediata até o final deste ano a empresa fará em relação a comunicação um cadastro social dos moradores para pegar as informações sobre os perfis das famílias para identificar qual é o melhor plano de comunicação para a cidade, se é via telefone, SMS, rádio, sirene.

Sobre possíveis riscos e manutenção das barragens

A empresa faz uma manutenção de forma prioritária para garantir que a usina esteja em estado totalmente segura. Quando assumimos a administração das barragens foram feitas as inspeções relacionadas a parte civil (estrutura), parte elétrica e outros. Foi uma avaliação criteriosa. É possível afirmar que as barragens são seguras, que não tem nada crítico, somos auditados anualmente pela Aneel, além das inspeções mensais. É realizada uma avaliação técnica pesada, a gente não tem risco técnico nenhum com barramento. Não medimos esforços para manter a barragem num bom nível técnico. Uma barragem de concreto dura em média 120 anos, mas sendo bem cuidada dura mais tempo.


Com informações de:  Prefeitura de Santa Leopoldina.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
Topo