Featured Posts

PM faz ação em escola oral e auditiva para comemorar o Dia Nacional do Surdo

Mais inclusão, mais interação. Esse é o principal objetivo que a sociedade deve ter quando se fala sobre o tratamento às pessoas com algum tipo de deficiência. E pensando nesse público, a Polícia Militar fará uma ação nesta quinta-feira (26), Dia Nacional do Surdo, às 13h, na Escola Estadual de Educação Oral e Auditiva, localizada no bairro Mario Cypreste, em Vitória.

Crianças, jovens e adultos surdos foram convidados para participar de uma tarde com policiais militares da Companhia Independente de Operações com Cães (Cioc), Companhia Independente de Missões Especiais (Cimesp) e Polícia Ambiental. Para auxiliar no diálogo entre os militares e os alunos, dois policiais intérpretes em libras participarão do evento.

A equipe da Polícia Ambiental fará a exposição do acervo de animais taxidermizados, fazendo o uso de diálogos educativos ressaltando a importância da preservação do meio ambiente e os cuidados pertinentes a fauna, flora, resídua sólida e água. Já Cimesp apresentará os equipamentos que fazem parte do cotidiano dos policiais que integram a Cia, como armamentos letais da COE, utilizados pelo Time Tático e Sniper e armamentos não letais.

Os alunos também terão a oportunidade de assistir uma apresentação do cão Eudes, da raça Pastor Belga de Malinois e a cadela Petra, da raça Pastor Alemão. Eudes fará uma demonstração de indicação de faro na modalidade passiva. Já a cadela Petra, fará uma passagem pela pista de Agility. Também serão expostos alguns materiais que auxiliam no treinamento rotineiro dos cães da Cioc.

O Espírito Santo é a 6ª maior comunidade de surdos mudos do Brasil e pensando nesse público, a PMES iniciará o processo que tem por intenção incluir um intérprete de libras nos seus trabalhos de divulgação institucional e solenidades.

Para o comandante geral da Polícia Militar do Espírito Santo, coronel Barreto, a comunidade surda está presente em vários locais da sociedade e a PMES também está inserida nesses ambientes, por isso é essencial que haja uma boa comunicação com os surdos através da Língua Brasileira de Sinais. 

Postar um comentário

0 Comentários