Featured Posts

Número de homicídios em Aracruz tem redução de 81%, diz Delegado

Com informações de Vando de Souza, correspondente em Aracruz.

O número de homicídios no município de Aracruz teve uma queda considerável nos 5 meses de atuação do titular do Denarc, delegado Nilton Abdala em entrevista exclusiva ao nosso correspondente, Vando de Souza, na tarde desta terça-feira (22). “Temos que comemorar. Estamos em um momento histórico em Aracruz. Estamos vivenciando um período sem homicídios. Vamos inteirar dois meses que não ocorrem na cidade. Vale lembrar que eu entrei no mês de junho como delegado à frente da DENARC e da Delegacia de Homicídios, sendo assim cinco meses à frente da 13ª regional do município, ” relata.

Ele conta que se tratando de números a queda foi de 81% em relação aos meses anteriores a sua entrada na Delegacia. “Em termos números nós podemos fazer um comparativo, pois nos primeiros cinco meses houveram 22 homicídios e a partir da minha entrada houve uma queda de 81%, ou seja, caíram para 4 nesses cinco meses”.

Ele explica que existem motivos para essa queda. “Eu acredito que o tráfico de drogas tem um poder bélico e aquisitivo e quando ele se sustenta por si só e começa a aumentar os índices de homicídios naquele bairro, porque os bairros são divididos em grupos, geralmente até rivais entre a traficância. Eu acredito que esse número caiu em face às nossas operações maciças, ou seja, sufocando o poder financeiro do tráfico e prendendo as principais lideranças do tráfico em Aracruz e não poderia deixar de enaltecer a nossa parceria com o 5º Batalhão da Polícia Militar, pois são parceiros para toda hora e iremos manter essa parceria. E parceria com o Poder Judiciário, que eu digo que é muito atuante e que eu pouco havia visto isso aqui no estado”.

“Eu acredito em operações e prisões. Nós podemos citar aqui operações semanais sufocando o tráfico e os bairros, onde havia o maior número de homicídios. Nós fazemos um mapa criminal e vê onde estão concentrados os homicídios e fazemos operações de busca e apreensão ou de mandados de prisão e nisso nós concluímos messes cinco meses, 12 grandes operações, inclusive uma que foi noticiada pelo site giroes.com.br em que 15 pessoas foram presas na Barra do Riacho e umas semanas depois mais 6 pessoas foram presas na Vila do Riacho”, afirma o delegado.

“Podemos citar um número bastante expressivo nesses cinco meses, que foram 36 presos, entre traficantes e homicidas. Esse número é bastante expressivo e mostra que nós da Polícia Civil, vamos continuar bem atuantes nesse seguimento, ” afirma Nilton Abdala.

Para finalizar, ele diz o que o deixa feliz com todo esse trabalho que está sendo realizado e que quer manter e firmar um compromisso com o povo aracruzense. “O que me dá forças para continuar o trabalho é a queda de 82% no número de homicídios em Aracruz nesses cinco meses em que estou à frente da Delegacia. Muita coisa ainda há para se fazer na cidade e eu quero assumir um compromisso com a população de Aracruz de que eu e meus homens estaremos incansavelmente, dia e noite, na busca incessante da verdade dos fatos e da busca da materialidade da autoria dos homicídios e que eu devo muito ao tráfico local, pois 90% dos crimes de homicídios estão ligados ao tráfico e daí é onde vejo a importância dessas ações e operações realizadas. Esse é meu compromisso com a população de Aracruz, um trabalho árduo e incessante e sem medir esforços para alcançar os melhores objetivos”.

Postar um comentário

0 Comentários