Férias chegando ao fim e todo ano os pais vivem o mesmo dilema: o peso da mochila das crianças. Como evitar que algo que faz parte da rotina do estudante seja prejudicial à sua saúde?
Segundo o ortopedista da Unimed Vitória Bernardo Terra, o peso ideal para o aluno é de no máximo 10% do seu peso corporal. Os pais podem ajudar a controlar isso, mas o ideal seria a escola também adotar medidas para evitar os excessos.
"Uma delas é disponibilizar armários ou prateleiras em que as crianças possam deixar o material que não precisa ser levado para casa naquele dia. Ou mesmo substituir parte dos livros por CDs interativos, por exemplo", pontua o especialista.
O médico diz que o excesso de peso pode causar problemas posturais, com alterações na estrutura da coluna, até mesmo em outras articulações do corpo. É importante lembrar que as crianças estão em fase de desenvolvimento. "Ou seja, o excesso de peso pode ser mais prejudicial até do que é para um adulto".
Bernardo Terra dá algumas dicas. Ele fala que na hora de organizar o material na mochila, o melhor é colocar a parte mais pesada (livros e cadernos maiores) no fundo, junto às costas do estudante. "Também é importante verificar se tudo que está sendo levado é mesmo necessário".
Em relação às mochilas com rodinhas, bastante usadas por crianças menores, atenção à haste de puxar, que deve ter uma altura que garanta conforto na hora de puxá-la.

Cuidados na hora de escolher a mochila:
- Ela não deve pesar mais de meio quilo quando estiver completamente vazia, sem nenhum material em seus compartimentos internos;
- O peso da mochila, com material, não deve ultrapassar 10% do peso da criança;
- Materiais mais pesados devem ser colocado no centro e próximo às costas;
- Opte por mochilas com alças acolchoadas, firmes e reguláveis, com largura mínima de 4cm;
- Modelos com cinto abdominal ajudam a equilibrar o peso.
- Prefira mochilas feitas especialmente para crianças, pois possuem material mais leve;
- O comprimento deve ser do tamanho do tronco da criança. A parte inferior deve ficar até 5 cm abaixo da linha da cintura;
- O espaço entre a mochila e o corpo da criança deve ser mínimo.


--