Featured Posts

Estado tem novo sistema de notificação de doenças: e-SUS Vigilância em Saúde

Pulicada no Diário Oficial desta sexta-feira (03), a portaria Nº 001-R institui o Sistema de Informação em Saúde e-SUS VS como Sistema Oficial para a notificação compulsória.

O Espírito Santo inicia o ano de 2020 com um novo sistema de notificação compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde voltados aos serviços de saúde público e privado em todo o território capixaba: o Sistema de Informação em Saúde e-SUS Vigilância em Saúde (VS).

Publicada no Diário Oficial do ES desta sexta-feira (03), a portaria Nº 001-R institui o Sistema de Informação em Saúde e-SUS VS como o único Sistema Oficial para a notificação compulsória. O sistema foi desenvolvido no Estado, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), e substituirá o atual modelo utilizado no Espírito Santo, conhecido como Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde.

Segundo o superintendente Regional de Saúde, Luiz Carlos Reblin, o novo sistema que estava em implementação e capacitação de profissionais nos 78 municípios capixabas permitirá o acesso, em tempo real, das informações em saúde. “A exemplo dos casos de dengue, as equipes de unidades de saúde, e tanto o secretário de saúde quanto ao próprio prefeito, poderão observar onde os casos estão ocorrendo, em tempo real, para tomar as providências e poder intervir”, explicou Reblin.

A alimentação do sistema será realizada somente por meio do site https://esusvs.saude.es.gov.br,  que já se encontra em funcionamento e está destinado aos profissionais de saúde da área da Vigilância e da Atenção Primária. “Os profissionais foram capacitados ao longo do segundo semestre de 2019 em todas as regiões de saúde do Estado e terão acesso à plataforma para a alimentação dos dados”, completou o superintendente.

O Estado ficará a cargo da consolidação dos dados provenientes dos municípios; do apoio técnico aos municípios para a utilização e operacionalização do e-SUS VS; de manter versões atualizadas do e-SUS VS e seus instrumentos de coleta de dados; enviar os dados à Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS) regularmente, observando os prazos estabelecidos, entre outras competências.

Já aos municípios ficarão com as responsabilidades da implementação do sistema em todo o território municipal; de notificar no e-SUS VS os registros compulsórios de doenças, agravos e eventos de saúde pública realizados pelas unidades de saúde, públicas e privadas – não notificantes na plataforma, respeitando os prazos de oportunidade definidos para cada caso; de informar oportunamente à Sesa a ocorrência de surtos ou epidemias, com risco de disseminação no país, entre outros.

e-SUS Vigilância em Saúde (VS)

O e-SUS Vigilância em Saúde (VS) foi apresentado em agosto de 2019, durante o lançamento do Programa de Qualificação da Atenção Primária à Saúde, da Secretaria da Saúde (Sesa), como uma das novidades do Governo para a área da saúde. O e-SUS VS é um sistema capixaba, desenvolvido em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e permitirá o acesso, em tempo real, às informações em saúde.

Postar um comentário

0 Comentários