Featured Posts

Incêndio destrói aviário com 90 mil aves em Santa Maria de Jetibá

Um incêndio ocorrido na madrugada desta quinta-feira (9) destruiu boa parte de um dos aviários da Ovos Pommer, em Santa Maria de Jetibá, e matou pelo menos dois terços das 90 mil aves que eram criadas no local.
 
Segundo Neusa Berger, esposa de Marcos Antônio Berger, um dos três irmãos que administram a empresa, o incêndio foi notado por um vigia pouco depois das 3h da madrugada e rapidamente se alastrou.
  
“O vigia percebeu um foco em um dos nossos galpões e nos avisou. O fogo se espalhou muito rápido e quando chegamos no local, já estava em chamas. Meu marido e o irmão, aflitos com a situação, chegaram a tentar apagar o fogo com uma mangueira. Felizmente os Bombeiros Voluntários da cidade foram rápidos, chegaram no aviário em uns 20 minutos, e conseguiram controlar o incêndio, mas infelizmente muitas aves morreram. Por volta das 5h30 não tinha mais fogo”, disse Neusa.

A ação rápida no controle das chamas evitou que todas as aves morressem, mas o prejuízo material foi grande, disse a representante da empresa avícola. O galpão incendiado fica na localidade de São Sebastião e faz parte da primeira linha de produção da granja da empresa fundada em 1964, por Erasmo Berger.

“Eles (Bombeiros Voluntários) fazem um trabalho que merece ser destacado. Tínhamos o temor de que o fogo se espalhasse porque esse aviário incendiado fica próximo de outros 12, além da área de classificação dos ovos e também do depósito. Poderia ter ocorrido algo pior, mas o empenho deles evitou que isso acontecesse como também salvou a vida de muitas aves. Agradecemos também à Prefeitura que disponibilizou um caminhão-pipa e também aos produtores próximos que nos ajudaram da forma que puderam. Sobre os prejuízos, ainda não calculamos, mas foi grande”, complementou.

O município de Santa Maria de Jetibá é o maior produtor de ovos no Espírito Santo e o segundo do país. Apenas a Ovos Pommer, que tem esse nome em homenagem à Pomerânia, região entre o Norte da Alemanha e Polônia, e de onde vieram muitos imigrantes que colonizaram a cidade, tem produção diária superior a um milhão de ovos.

Informações: A Gazeta



Postar um comentário

0 Comentários