Imagem  panorâmica da VTO. Foto: Cloves Louzada.
A VTO Polos Empresariais, loteadora especializada em desenvolver soluções para a implantação de empresas, anuncia investimentos no Espírito Santo, e em outras regiões do país, nos próximos três anos. Em 2020, serão dois loteamentos empresariais, localizados em Serra (ES) e Pindamonhangaba (SP). No ano seguinte, será a vez de Cuiabá (MS) e, em 2022, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). Os novos empreendimentos vão movimentar negócios da ordem de R$ 275 milhões e atrair novos empreendimentos para as regiões onde se instalarão.

O loteamento de Serra será lançado no segundo semestre deste ano. Com características de loteamento de acesso controlado, ele traz como novidade a instalação de uma unidade administrativa completa comum a todos, no modelo coworking, com todos os recursos e serviços necessários para a utilização compartilhada entre as empresas. O objetivo deste espaço será possibilitar que todos os negócios que lá se instalarem não tenham a necessidade de fazer o mesmo investimento, racionalizando seus custos. Quando estiver todo ocupado, o empreendimento terá capacidade para abrigar 115 companhias, com VGV (Valor Geral de Vendas) estimado em cerca de R$ 120 milhões.

O segundo lançamento da VTO neste ano será em Pindamonhangaba, município localizado em região especialmente próspera de São Paulo, com registro de crescimento anual muito expressivo e considerada a “nova capital da Metalúrgica” do Estado. Focado no setor industrial, o loteamento será nos mesmos moldes do empreendimento da Serra.

Em 2021, Cuiabá, no Mato Grosso, ganha loteamento com foco nas empresas da agroindústria. Uma atividade econômica que se mantém aquecida devido a fatores diversos como solo fértil e boas condições climáticas, associados ao uso de tecnologia avançada, planejamento e gestão. No ano seguinte a VTO lança novo empreendimento, com as mesmas características, na região de Belo Horizonte, este último, dirigido para empresas do ramo metalomecânico, transportes e logística.

Segundo o diretor da VTO, Alexandre Schubert, a decisão dos sequentes investimentos decorre dos sólidos sinais de recuperação e aquecimento da economia nacional, de forma especial, em alguns Estados do país. “Nós sempre atuamos em regiões com evidentes sinais de prosperidade. Além disso, o Brasil tem grande potencial de consumo. São 220 milhões de habitantes, sendo um dos maiores do mundo. Tudo isso associado à demanda por investimentos em infraestrutura, às regulações trabalhistas e previdenciária já efetivadas e ao bom encaminhamento das reformas administrativas e tributária nos levaram a essa decisão”, afirma ele.

Schubert chama a atenção, ainda, para o custo do capital, hoje em queda, que provoca migração de ativos do mercado financeiro para o imobiliário e para investimentos na economia.

Estados onde tem loteamentos já lançados:

·      Espírito Santo: VTO Linhares, VTO Serra LOG, VTO Leste Oeste.

·      Pernambuco: VTO Igarassu

·      Santa Catarina: VTO Araquari