Featured Posts

Hackers invadem a maior empresa de energia de Portugal e exigem R$56 milhões em bitcoin

A EDP, maior distribuidora de energia elétrica de Portugal e atuante no Brasil, confirmou que foi alvo de um ataque de hackers em sua rede corporativa nesta segunda-feira (13). Haveria ainda uma exigência de R$56 milhões em bitcoin de resgate.

De acordo com informações do Jornal de Notícias, os criminosos invadiram um servidor interno da empresa e estão ameaçando entregar aos concorrentes as informações roubadas, caso o resgate de 1.580 Bitcoins não seja pago.

Mais de 10 terabytes de informações teriam sido roubados dos servidores da EDP por meio de um malware que infectou os computadores, levando a empresa a desligar os acessos remotos à rede.

Os golpistas exigem que o pagamento seja feito em até 20 dias, segundo o jornal.

A empresa, por sua vez, diz que desconhece o pedido de resgate que segundo o site, teria sido publicada na darknet, e afirma que apesar do ataque, não houve impacto no fornecimento de energia.

“Os serviços críticos de supervisão e controle da rede elétrica de distribuição estão operando normalmente, embora com adaptações decorrentes de algumas limitações”, diz o comunicado.

Segundo a empresa, para conter os efeitos deste ataque, “foram prontamente aplicadas medidas de prevenção e proteção dos sistemas que suportam as operações da empresa, estando a ser analisada a origem e a anatomia deste incidente, para que os serviços e operações em causa sejam rapidamente reestabelecidos”.

As autoridades já foram acionadas e o Centro Nacional de Cibersegurança e a Altice Portugal estão avaliando os próximos passos a serem tomados, diz a empresa.

Além de Portugal, a EDP atua também no Brasil, nos estados de São Paulo e Espírito Santo, por meio da subsidiária EDP São Paulo (antiga EDP Bandeirante), e na Espanha, como E-Redes.

Os casos de criminosos que exigem resgates em criptomoedas como Bitcoin ou Monero estão cada vez mais comuns. Recentemente, foi divulgado que a empresa de câmbio Travelex decidiu pagar quase R$12 milhões em BTC para criminosos que invadiram o seu sistema.

Postar um comentário

0 Comentários