Featured Posts

Erick Musso pode adotar neutralidade nas eleições municipais de Aracruz

Atualmente, presidente da Ales está dialogando com as principais lideranças de Aracruz, mas pode não apoiar e subir em palanque de nenhum candidato ao Executivo Municipal nas eleições do final do ano

Consolidado como umas das principais forças políticas do Espírito Santo, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso, tem adotado uma posição de neutralidade quando o assunto são as eleições municipais de 2020, que devem acontecer somente em novembro deste ano, devido a pandemia do novo coronavírus.

Embora ainda não tenha declarado apoio a nenhum pré-candidato a cadeira do Executivo de Aracruz, Musso tem dialogado frequentemente com as lideranças políticas do município, de diferentes agremiações, e expressado preocupação com o desenvolvimento social e econômico da cidade nesse momento de crise e, ainda, no período pós-pandemia, que será de muitos desafios para gestor público. 

“Eu acredito que tenhamos que nos unir, independente da corrente política e das ideologias que nos move, nesse momento difícil, de mar revolto, que estamos passando. A sociedade está ainda perdida, sem rumo. Não sabemos quando essa crise sanitária vai passar e prevemos consequências negativas, principalmente na economia, que vai gerar também impactos desastrosos no desenvolvimento social do nosso povo capixaba”, ressalta o deputado, que vem trabalhando em diferentes frentes na discussão de soluções para crise.
O Deputado conversou com nosso correspondente Vando de Souza.
O presidente Erick Musso tem se mostrado um aguerrido combatente das consequências nefastas que a crise do novo coronavírus tem trazido para os capixabas. E vem dialogando com os poderes constituídos e diversos segmentos da sociedade civil organizada para propor soluções que vão convergir para o desenvolvimento do Espírito Santo. 

Recentemente conseguiu habilitar, junto ao Governo do Estado, o primeiro hospital da orla de Aracruz, que ficará na Barra do Riacho. O hospital viabilizará o acesso mais próximo da casa do cidadão que mora na região de abrangência da orla e permitirá respostas mais eficientes aos atendimentos de urgência e emergência. O hospital também vai atender a pacientes com Covid-19, uma vez que Musso ainda conseguiu 10 respiradores para o equipamento de saúde. 

“É o resultado daquilo que eu acredito ser o papel de um político, de um líder de pessoas, de um gestor que serve a população. O esforço agora tem que ser mútuo, bilateral, de pessoas que vestem a camisa da população que nos elegeu e que em nós acreditou. Não é somente o Erick, mas o governador Casagrande, o prefeito Jones, os vereadores, os líderes comunitários. É a união que está convergindo para o bem-estar da sociedade”, falou.  

Partido - Musso, que é uma das lideranças do Republicanos no Estado, junto com o deputado federal Amara Neto e o presidente da sigla, Roberto Carneiro, disse, no entanto, que os filiados ao partido em Aracruz estão liberados para dialogar com os postulantes à prefeitura que entenderem que irá fazer o melhor para a cidade.  “O Republicanos decidiu liberar os seus militantes e os seus líderes. Precisamos fortalecer o diálogo com os aliados e, principalmente, precisamos fortalecer ainda mais o Republicanos para as eleições e debater o posicionamento da classe política diante do atual cenário brasileiro. Nosso ideal sempre foi servir a população e, nessas condições atuais, isso precisa ganhar ainda mais corpo e ficar ainda mais evidente”, frisa o presidente. 

Apesar da atual neutralidade, o presidente da Assembleia Legislativa deixa claro que vai continuar participando ativamente dos debates locais e vai se posicionar em favor das propostas que vão ao encontro dos anseios da população por saúde de qualidade, emprego, renda, educação, segurança e desenvolvimento econômico em todas as suas frentes. “É lógico que o Republicanos não vai andar com quem tem ideias e práticas opostas às nossas. Vamos estar com quem tem ideias e práticas que vão convergir para o bem social”, diz Musso.

Postar um comentário

0 Comentários