Featured Posts

Donos de Bares e Botecos fazem manifestação em frente à Câmara de Aracruz

No final da manhã desta segunda-feira (06), a manifestação contou com a adesão de vários pequenos empresários do ramo

Com a variação no formato de decretos estabelecidos pela Prefeitura de Aracruz, comerciantes deste seguimento acabaram se irritando e realizaram a manifestação que contou com diversos proprietários de bares e pequenos botecos, que estão amargando prejuízos com o fechamento de seus comércios, inviabilizando a venda de mercadorias.

Para os comerciantes os vereadores estão sendo coniventes e omissos de suas atribuições neste momento de dificuldade que atravessa a cidade.

Durante o final de semana várias ações de fiscalizações de agentes do município restringiram, até com apoio da polícia o funcionamento de alguns pequenos comerciantes que ousaram a abrir seus pontos comerciais.

Segundo Eduardo Rodrigues Brum conhecido como Dudu, proprietário de um tradicional bar no Bairro Bela Vista, no começo da pandemia fecharam os estabelecimentos trazendo prejuízos, mas depois foi autorizado o funcionamento dos bares e assim os comerciantes fizeram compras para trabalhar e agora o poder público entendeu que devia fechar novamente.

“Estão humilhando os donos dos Botecos, se é para fechar que feche os pequenos e os grandes, nós não vamos deixar isso assim”. Falou revoltado o pequeno comerciante.

Geraldo Cavalheri dono do Sítio Santa Joana, questionou a atuação das entidades representativas do comércio como AMEAR e CDL, para ele esta instituições não estão defendendo os pequenos, Geraldo questionou a posição dos vereadores em Aracruz, “nós temos 17 vereadores, temos realmente? Nós pequenos pagamos os salários deles, nem assim eles tem a dignidade para defender nosso nome perante o prefeito, nós não temos prefeito, quem está mandando em Aracruz é uma mulher que nós não elegemos, ela manda no município de Aracruz, e os vereadores com mera exceção defende nosso nome as vezes”. Desabafou o empresário.

Os manifestantes trouxeram em um caminhão todas as bebidas vencidas que deixaram de ser comercializadas nesse período, e descarregaram em frente o Plenário da Sede do Legislativo Municipal aracruzense. Na quinta-feira (9), os comerciantes estão programando uma nova manifestação, desta vez será mais barulhenta, uma carreata que percorrerá a cidade e deve ter seu ponto máximo de protesto, em frente à Prefeitura de Aracruz. O Objetivo da manifestação é pedir a saída da Secretária de Saúde Clenir Avanza.

Tentamos por diversos meios, diretamente ou via assessoria de comunicação, ouvir o Presidente da Câmara Vereador Paulo Flávio (REP), para saber sua posição, mas não fomos atendidos. Caso haja um posicionamento, atualizaremos o texto.


Com informações de O Diário

Postar um comentário

0 Comentários